domingo, 28 de junho de 2009

As Respostas aos 3 Desafios!!!!!

O que marca o "X".


Este não era fácil, embora houvesse duas pistas, deixadas depois de uma tentativa, acerca de ser “chão” e “ponto de união”.

As vossas tentativas:


Inside Me: “Marca o local do tesouro...um mistério...”

Sophie: “O meu primeiro namorado fez um 'x' na árvore onde me pediu em namoro! O que marca o teu?...”

Jane Doe: “Essa do x... Pah... é uma cruz. não sei, tenho de ir ver, mas tem a ver com alguma coisa intersecção entre duas forças contrarias, um ponto de união...”

Eu Mesma!: “o x marca tanta coisinha... tanta mesmo... que nem sei exactamente o que....”

Ninja!: “Tem ar de ser uma parede, e diria que é a marca do pedreiro que talhou essa pedra, mas isso é o historiador em mim a dar seca a toda a gente.”


Incapaz: “O "X" é o local do 1.º beijo :D”

MGF: “Fada, Esse "X" faz-me lembrar as marcas que fazem para delimitar terrenos. Para se saber onde as partilhas.”


Incapaz (2): “Então mas não era suposto nós já sabermos. Venho cá sempre e nunca vejo. Tu queres ver que o "X" era a tua saída da blogosfera.”

JPVale: “O ponto central. Provavelmente a pedra central duma cruz, ou dum átrio exterior, ou adro duma Igreja.”

Inside Me (2): “Onde as forças do mal e do bem se cruzam, elimina a base da cruz e todo o mal cairá sobre ti... :-P”

Jiboia disse: “Não estou a ver nenhum X”

A Resposta:

Por baixo deste chão, está uma sala, cujo tecto em abóbada tem uma "pedra-chave" ou "fecho-de-abóbada". Se alguém retirar esta pedra (marcada superior e externamente com um "x"), a abóbada desmancha-se e o tecto cai. Daí, o significado desta pedra ser algo do género: NÃO MEXER!!! :p
Esta pedra está numa das torres do castelo de Pinhel.

Apesar do Inside Me ter, poeticamente, acertado, ele FEZ BATOTA; pois eu já lhe tinha dito, quando tentou pela 2ª vez!!!! :p

Assim, não há vencedores.Desta forma, o prémio, que era um fim-de-semana em Pinhel com tudo pago, fica por entregar!!! (Sou espertinha, digo o prémio DEPOIS de ninguém acertar... :p )


NEXT!!!

Porque não ando a comer o delicioso e fantástico doce de morango caseiro.

As pistas: O facto de haver 2 prémios possíveis indicava que existia o doce, estava em bom estado (não vos ia dar nada bolorento, né?) mas que havia algum limite ao seu consumo.

As vossas tentativas:

Smootha: “hum... Porque se acabou o doce?”

Eu Mesma! : “porque comeste tudo antes??????? :)”

Ninja!: “Porque vêm aí a época balnear? (não estou dizer por nada de mal, mas imensa gente corta nos doces nesta altura...)”

Jiboia: “O cachorro descobriu o frasco e acabou com ele!”

Mag: “Porque começaste a comer o de tomate?”

MGF: “Cá tou eu a tentar... Será batota as minhas respostas? ;-) Porque foste ao frigorífico e descobriste uma colónia de bolor...”

Inside Me: "2º Não andas a comer o delicioso doce de morango, porque há muito que se deve ter acabado, ou és alegica a ele... ou ele teve um acidente...e foi-se... "

Jiboia: “Já o acabaste”

LBJ: "O doce de morango provocou alergias. "

JPVale: “Porque andas de dieta e não desejas engordar.”

JPVale (2): “Estás a guardá-lo para o comeres quando a época deles terminar (falta muito pouco).”


A Resposta:

Porque não conseguia abrir o frasco................

Lolololol

Juro!!! Eu nem costumo ter dificuldade, mas... devia andar fraquita (da falta de doce, claro!!!). :p

Entretanto, ensinaram-me duas técnicas:
1ª – Técnica karateca: concentrar toda a força nas minhas mãos e tentar.
2ª – Bater com o cabo duma faca na tampa.

Ambas as técnicas foram experimentadas e falharam redondamente. Então, peguei numa colher de sobremesa, inseri o cabo entre o vidro e a tampa e pressionei até introduzir um pouco de ar no frasco, que estava herméticamente fechado. E...

Voilá!!! Docinho prá menina!!! :D

Como ninguém acertou, este prémio



...foi consumido logo a seguir a ser feito!!! :D

(Essas insinuações acerca de dietas....................................

Pronto, eu até preciso dum bocadito, mas.............................................................

Estava tãããããããããããoooooooo boooooooooooom!!!)


FINALMENTE:

A que cheiram as flores de castanheiro.

Larose: “Cheiram a café!!!!!!!!! ehehehehehehe ...não faço a mais pálida ideia! Mas não consigo ver uma pergunta que não tenha de responder!”

Pandora: “Fácil...cheira ao odor do meu cabelo castanho cor de avelã...mas que pergunta...”

Ninja!: “Vou ser o primeiro parvo, que disfarça ignorância com sentido de humor e dizer que cheira a pólen.”

Eu Mesma!: ”A malmequeres? a castanha era demasiado facil e directo.....”

LBJ: “cheira a sangue porque te picas no ouriço ;)

Jane Doe: “Espera que tenho ali uma Castanheira. Deixa chegar perto... deixa cheirar.... Merda! Piquei-me! O LBJ tinha razão! Desculpa a linguagem mas é que isto dói! Tentem lá vocês!”

Jane Doe (2):”Nop o que pah? Quem é que lá foi meter o nariz? Quem é que se picou?! O prémio devia ser meu, porque o LBJ lançou uma teoria e eu fui comprová-la! Ainda hoje me dói...Hmmpfff”

Incapaz: “Com esta agora é que me tramaste!”

MGF: “Para mim cheira a caramelo. Mas não piquei o nariz...”

Inside me: “3º Segundo a minha pesquisa dizem que cheira a semen, quem já cheirou os dois que se prenuncie... ou então não cheira a nada... :-P”

Jiboia: “Terceiro - Cheira a qualquer coisa que agora não me lembro...”

LBJ: A flor do castanheiro, bom eu tenho uns castanheiros, mas estão longe, vou perguntar à mamã e depois digo-te.”

JPVale: "É conforme a espécie (creio), mas cheira-me que seja a maçã.
(na Net falam de esperma, mas só pode ser de cavalo) :-)"

Uma nota, especialmente para o LBJ e para a Jane Doe:
AINDA NÃO HÁ OURIÇOS!!!!!
Como podem verificar nesta foto:



Ok? A Flor feminina vai dar origem ao ouriço, mas nesta fase, nem sequer pica!

A RESPOSTA:
O perfume dos castanheiros em flor, segundo alguns, é enjoativo e desagradável. E porquê?
Porque cheira a sémen. Sim, é verdade!!!...

(Agora imaginem uma cidade empestada com este perfume...)

E, neste caso, temos um vencedor!!! (JPVAle, devias ter apostado na net... :p)


Inside me!!!

Aqui está o teu prémio!!!! :D



Obrigada a todos pelas participações e pela paciência à espera das respostas!
Diverti-me imenso com a vossa imaginação!!! :D
Sois uns queridos!





Beijinhos :)

sexta-feira, 26 de junho de 2009

I Love You...



:)

Fadita, ainda muito ocupada, mas contentita... :)

quarta-feira, 24 de junho de 2009

As minhas desculpas...

... por ainda não ter postado os resultados dos 3 desafios.

Mas ainda não tive o tempo necessário para isso.

Assim, espero postar até Domingo, os resultados dos mesmos, como deve ser.

Até lá, podem continuar a tentar.

Mais uma vez, desculpem!

Beijitos a todos,

Fada, extremamente ocupada...

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Óóóó faxavoriiiiiiiii...

"Aproxeguem-se" que isto é um desafio para vocês!!!

Sim, vocês mesmos, que me vêm ler!!!!

Ahhhh... Não pensavam que ando distraída e me esqueci de vós, pois não???? :p


Então, prontos, pah, é assim, 'táo a ver????

Tenho um desafio para vocês!!!!!

Vou-vos fazer apenas uma pergunta. Uma perguntinha. Simples, simples, simples...

Constatação dum facto:
Os castanheiros estão em flor.

Perguntinha simples, simples, simples:


A que cheira a flor do castanheiro??

E para quem estiver com vontade, têm outro desafio no post abaixo deste e outro no blog das fotos aqui da fada!


Os prémios... Bem, se alguém acertar, tem um prémio que ainda hei-de inventar, se alguém acertar nos 3 desafios... UI!!! Terá um big, big, big prémio!!!!


PS - Desafios a decorrer até Domingo... :D

Adivinhem!!!

Porque é que nestes dias não tenho comido doce de morango no pão, um doce fantástico, caseiro, daqueles que me ofereceram há tempos?...

Adivinhem lá!

O vencedor ganha uma fatia barrada com docinho OU um "Chupa Chups"!!! :D

Beijitos :)

domingo, 14 de junho de 2009

Foi por estes motivos...

- Puppies at Mom´s home sweet home:





- Baleal, Peniche



- São Pedro de Moel, Marinha Grande





- Pic-nic na Praia Fluvial de Olhos d'Água, Alcanena



- Os melhores gelados do Universo e arredores, ou "o verdadeiro motivo dos aliens nos quererem invadir", nos Gelados Lis, Abrantes.



- Flores nos jardins da mammy e não só:



- Vestidinho maricas com que me lembrei de andar a fazer de conta q sou uma lady.



- Mais flores:








- Bolo de um dos aniversários destes dias:



- Brincadeiras na areia com os vícios:





... que não tenho postado quase nada nem visitado os vossos blogues...


Sorry... Mas digam lá se não são bons motivos?!?!?!?


:)

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Fui Adoptada...


Apoderou-se do meu colo como quem dominava...



Adormeceu...

E eu não lhe resisti...


Nem aos irmãos... :)




Rendi-me, e já avisei:


Se outro dono não tiver, esta cadelita é minha...



E eu serei dela!!!


Uma dúvida no ar... Que nome??? Farrusca?? Carlota Joaquina?... Aceitam-se sugestões!!! :D


:)



Para quem não viu, desafio para todos vós,
aqui!




Desculpa, Inside Me, mas não resisti a deixar-te a pensar... Foi para te distrair! :)

domingo, 7 de junho de 2009

Adoro...

... depois do banho, massajar a pele húmida com óleo de amêndoas doces com alfazema...

E sentir a pele depilada macia, suave e perfumada...

:)




PS - Para quem não sabe, os óleos minerais (parafina, por ex.), deixam a pele aparentemente macia e hidratada, mas na verdade entopem os poros. É preferível hidratar com aguinha por dentro e óleos vegetais por fora! :)

sábado, 6 de junho de 2009

Teoricamente...


... Estou de férias! :)

Digo teoricamente porque ainda tenho que fazer umas coisas antes de ir mesmo de férias.

E férias, para mim, é fazer o que me apetecer, sem horários, sem stresses, sem obrigações. Pode ser só um dia ou dois, mas preciso deles na Alma como de água no corpo.

Para já, os planos são:

Hoje:
- Ir à minha hora de tortura estética, que é como quem diz, ir fazer a depilação. :)
Não me queixo, na verdade, elas são tão queridas e cuidadosas que já tive alturas em que quase adormeci enquanto puxavam a cera. :D

- Trabalhar na tese.

- Arrumar roupas e papeladas, para deixar a casa prontinha para o meu regresso.

Amanhã:
- Trabalhar na tese.

- Finalizar a roupa e as papeladas.

- Talvez ir ao cinema. :)

Segunda:
- Abrir o pernão para me verem e mexerem por dentro. :p

- Despir-me para o Loiro me ver e mexer por fora. :D

Terça:
- Ir para casa da minha mãe e brincar com o Caçula e os cachorrinhos, e talvez levar o meu cão ao veterinário. Estar com amigos. :)

Quarta:
-Festa de anos dos nº 5 e 6, ou seja, brincar com os garotos! :)

Quinta:
-Estar com amigos de outro bosque. :)

Sexta, Sábado, Domingo:
- Sem nada definido. Provavelmente, ir a uma terrinha onde morei quando tinha 2 ou 3 anos, e que creio ser de lá a minha primeira memória de "gente". Se for, conto-vos depois. :) E/ou ir à praia, mesmo que chova. :)


Nestes dias todos, escrever, dormir, ler, brincar, caminhar, tentar convencer o Caçula a arranjar-me uma bicicleta, cozinhar, tirar fotografias, ... :)

E depois... Logo se vê! :)

Beijitos e bom sábado!
(Que se está a aproximar a hora...)

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Humildade

Por vezes, precisamos de “descer” um pouco do nosso pedestal de "seres sábios" e aproximarmo-nos da Terra e dos "seres mais simples"...
Se formos suficientemente humildes, seremos agraciados com beleza e testemunhos de amor...




Desde há duas ou três semanas, que andamos todos, lá por casa, “histéricos” pelo que vos vou contar em seguida (estava a guardar esta história para outra altura, mas achei por bem, devido a outras “histórias” que andam aí, postar sobre isto agora).

Há uns 14 ou 15 anos atrás, apareceu-nos em casa um cão.
Vinha perdido, ou teria sido abandonado, pois foi na altura da caça.

Surgiu lá por casa (tal como outros cães antes dele) e o Caçula foi-lhe dando de comer às escondidas dos meus pais, pois cada vez que aparecia lá um cão, os meus pais arranjavam-lhe dono, para grande tristeza do meu irmão que os via ir embora.

Mas com este, mudou-se a opinião dos meus pais... O cão era um jovem adulto, com um pêlo cor de mel, amistoso, afável, amigo, um verdadeiro rafeiro do mais lindo que há.

Além de ser um excelente cão de guarda, aprendeu num instante a reconhecer “o pessoal da casa”, de forma a que, pelo latido, já sabíamos quem vinha lá (e nós até somos uma família grande e já estavamos cada um no seu ponto do país, quase).

Assim, acabou por nos adoptar e nós a ele.


Andava à solta, mas sempre por perto.
Um dia, foi atropelado e ficou cego duma vista. Então, o meu pai decidiu arranjar uma corrente grande, para ele não ir para a estrada mas ter sempre onde andar e movimentar-se. Ou então, pegávamos na trela e passeávamos com ele (à volta, havia campo e coelhos e saca-rabos).

Depois, mudámos de casa, e ele recomeçou a andar solto na vizinhança.

Foi novamente atropelado e, creio eu, devido a isso, uma noite mordiscou o rabo do “lixoman”. O senhor fez queixa (natural...), resolvemos bem as coisas com ele e, a partir daí, ele andava solto no nosso quintal e com trela fora dele (porque se não andasse com trela, teria de andar açaimado, e como ele e o cão da vizinha eram rivais no bairro, não podia andar sem se defender!).

E os anos foram passando.

O nosso cão está velhote, meio surdo, meio cego, já não tem a energia que tinha, mas continua a ladrar antes de me ver, cada vez que me sente entrar no portão, em jeito de boas vindas.
É o nosso cão, e nós somos os humanos dele.

Há uns tempos atrás, o Caçula (creio que existe um qualquer radar especial ou um sistema de comunicação dos cães - e dos gatos - que reconhecem o Caçula como um amigo) encontrou uma cadela, num sítio relativamente longe de nossa casa.
Um ou dois dias depois, a mesma cadela surgiu lá por casa. Um pouco medrosa, mas muito meiguinha.

Ia comer a comida do nosso cão e ele nem se importava. Dormia perto dele, andava pelo jardim, saía do pátio mas voltava.

Apercebemo-nos que estava prenha.

A minha mãe foi de férias uns dias, e quando voltou, notou que a cadelita já não estava com a barriga inchada. E que continuava a comer toda a comida do nosso cão, e que se escondia.

E ouviram uns latidos fraquinhos. :D

A minha mãe e o Caçula procuraram e encontraram o ninho que ela arranjara para os filhotes. Escondido debaixo duma varanda baixinha que dá para o jardim.

Ficaram todos contentes e o Caçula conseguiu ver 4.
A minha mãe começou a fazer ainda mais comida para a bichinha, que comia e ia para junto dos filhotes.
De vez em quando, saía e regressava, e andava sempre atrás da minha mãe e do meu irmão.

Há dias, a minha mãe ligou-me, toda contente e animada, a dizer que afinal, eram 7!!!
E estava encantada, que eram lindos e que a cadela comia muito mas que eles estavam gordinhos.

Ela encantada, e eu toda “invejosa” de ainda não ter visto os puppies. :p

Este fim-de-semana, fui a casa. E depois, afastei um dos tijolos que esconde o ninho, perante o olhar um pouco receoso da cadelita e...


Peguei em dois, os mais curiosos e afoitos, e eu e o Nº3 estivémos a brincar e a tirar algumas fotos.


Acabei por me deitar no chão, deliciada a namorar os bebés, que brincavam, depois mamaram, e depois brincaram um pouco e adormeceram. Dois deles são mais curiosos, e são todos lindos!!!!





Hoje, recebi uma mensagem da minha mãe e afinal... São 8!!!

(Experimentem lá contar os rabitos...)

Perante isto, e depois de ter visto aquele blog criado para apoiar aquela causa terrível da “Esterilização Obrigatória”, só pergunto:

Acham que todos os cães abandonados permanecem abandonados????

Acreditam que estes cachorrinhos, que nem sequer eram “nossos”, vão ser abandonados??

Acreditam que a cadelita não tinha o direito de ser mãe só porque alguém a pode achar indigna, por ser rafeira???

Mas quem somos NÓS, para decidir eliminar a beleza da mistura de raças?
Quem somos NÓS, para decidir que TODOS OS CÃES E GATOS DE COMPANHIA deverão ser esterilizados?????

Este assunto põe-me doente, juro...

HAJA HUMILDADE!!!!

Portanto, venho repetir o que já disse o Bruno Fehr:

NÃO À ESTERILIZAÇÃO OBRIGATÓRIA!!!


E peço-vos que visitem tanto o post do Bruno (muito bem estruturado e fundamentado, na minha opinião) como o da Esterilização Obrigatória (grrrrr....) e digam de vossa justiça.



Vamos tentar arranjar casa para todos os cachorritos e se não conseguirmos, ficarão conosco!

E acreditam que ainda houvesse quem nos dissesse que devíamos matar alguns???
Fico ainda mais doente...
Nem que os alimente a biberon, chiça!!! Agora, matá-los?!?!?!?
Não, nem matava nem deixava matar! Gente parva!...



Bem... Mas digam lá, não são lindos?? :D









video

PS - Já agora, leiam este post, a continuação do 1º, sobre este tema, do Bruno Fehr: http://so-me-apetece-cobrir.blogspot.com/2009/06/nao-esterilizacao-obrigatoria-dos.html

segunda-feira, 1 de junho de 2009

O meu fim-de-semana...

O meu fim-de-semana foi a correeeeeeeeeeeer dum lado pró outro.
Estou pr'aqui mais morta que viva, por isso vou só mexer os meus dedinhos um bocadinho e depois... lavar as dentolas, xixi, cama.

(Estou a comer gelado Carte d'Or de caramelo...)

Começando por sexta: Tal como vos disse, vou ter uma horta. Uns senhores arranjaram-me um bocadinho de terra para fazer uma hortinha. Um colega meu fica com um talhão e eu com o outro. Para já, a única condição é que seja uma horta biológica.
Como eu não percebo nada de hortas, mas gosto muito de comer :D e até estou com vontade de experimentar, arrisquei! O pior que pode acontecer, é não produzir nada... Eheheh

Então, na sexta à hora do almoço, lá fui eu ver do terreno. Andei a correr dum lado para o outro e depois fui para a cidade do mestrado.

A aula correu bem, embora eu estivesse cansada, num acumular de cansaço dos últimos tempos. Finda a aula, eu e um colega fomos dar um giro numa feirinha de produtos artesanais que havia por lá.

Provei uma série de coisas (queijos, azeites, enchidos, frutas) até que ele me perguntou, desesperado por ir embora: "Mas tens de provar tudo o que vês?? Daqui nada não jantas!"
Ao que eu respondi, a rir: "Claro que janto, mas amanhã venho cá às compras e estou a adiantar serviço!"

Depois fomos lanchar caracóis para uma tasca!

A seguir, vimos uma barraquinha de livros e comprei 5, ofereceram-me um e ainda um caderninho de viagem, para escrevinhar. Um dos posts que será para publicar no "Prisão de Palavras", se tudo correr bem, foi escrito lá, nessa noite (não levei o computador, mas eu escrevo em todo o lado, até nas costas de contas do supermercado, se for preciso! :p ).

Ao jantar, comi umas belas sardinhas com saladinha de pimento e batata a murro (não impliquem com as batatas a murro, que eu não sou muito fã de batata cozida).

Deitei-me cedito, era meia noite, no quarto de estudo do caçula, que estuda na mesma terra onde eu estou a tirar o mestrado (ele baza de fds, eu fico no quarto dele... :D ).

Sábado de manhã, fui às aulas. Correu tudo serenamente, até a minha mãe me aliciar a ir ter a casa dela.
Ponderei, eram ainda uns poucos de kms que não me apeteciam fazer, estava um calor de morte e a ideia era trazê-la para minha casa ainda no sábado, e depois levá-la no domingo para casa duma das minhas manas, a mãe da 7ª.
Almocei com os colegas: sardinhas com batatas fritas (porque não havia batatas a murro... :p ), enquanto ponderava a ideia da minha mãe.

Lá me decidi: fui às compras, comprei um queijo de ovelha, um requeijão de cabra, um queijo fresco de cabra (com estas compras, até o colesterol bateu palmas!!!), azeite, cerejas, e pus-me a caminho.

Apanhei uma torra de calor e cheguei moidinha.

Aliciei o Nº3 e fomos comer cerejas para a varanda e fizémos um concurso de cuspir caroços. Ganhou ele, o puto tem um fôlego fantástico, e ficou todo orgulhoso! (Eu senti-me "velha e acabada"... eheheh). Andámos a brincar até chegar a minha irmã, mãe dele.

Jantámos e peguei na minha mãe, e toca de fazer mais uma carrada de kms até minha casa. Chegámos à 1h da manhã, derreadinha de todo.

Domingo de manhã, tinha umas actividades de demonstração gratuita duma terapia oriental que aprendi.
Atendi umas 10 pessoas, estive 3 horas a dar no duro.
Almoçámos, peguei na minha mãe e levei-a comigo para me ajudar na parte prática da minha tese.

Só conseguimos fazer um terço daquilo, porque entretanto chegou a mana com a 7ª e o cunhado, e tinha de lhes dar atenção. Fomos passear, brinquei com a 7ª que está linda e esperta, e terminámos em minha casa onde o meu cunhado fez uma sopa e eu fiz uma massa de legumes e cogumelos, para comer com as almôndegas que a minha mãe tinha feito ontem.

Sairam daqui há pouco, tenho a cozinha por acabar de arrumar, tenho a máquina da roupa a lavar, mas...

Vou tomar um banho e morrer para o mundo!...
Hoje, não consigo mais...

E com isto, são 0:21 de Segunda... Xiiii... :s

Hoje já não faço a romaria! Desculpem... :(


Beijitos


PS - Ainda por cima, com estes esforços todos, já ando com o pulso elástico outra vez... :(