sexta-feira, 8 de julho de 2011

Diário das Minhas Maminhas - 8

Dia 8 – Sexta-feira


De manhã, aproveito a ausência momentânea do meu irmão e procuro os contactos das clínicas que o meu médico me recomendou.
Ligo e consigo marcar numa para a próxima sexta.
Ligo para outra e consigo marcar para terça-feira.
Desmarco a de sexta.

Ligo-Lhe, mas ele não atende.
Mando-Lhe uma sms a dizer que tenho de ir embora no Domingo, e não na Segunda ou na Terça, como inicialmente previsto.

Fico triste.

Queria estar mais tempo com Ele; mais vezes, com Ele.
Quero dizer-Lhe o motivo de não poder ficar, mas não o faço.
Não Lhe direi: “Tenho de ir mais cedo para tentar ir ao Centro de Saúde na segunda-feira, para conseguir as credenciais para uns exames que vou fazer na Terça-feira a um caroço no peito.”.

Ele responde que vai reagendar o Domingo para estar comigo.

À tarde, estou com uma amiga, uma grávida linda.
Adoro estar com ela, com a família dela, e surgem aqueles pensamentos acerca do Tempo.


Quando não temos Tempo para as coisas mesmo importantes.
Quando precisamos de Tempo, para ter bebés, para ver crescer, para viver, para amar...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sopra no vento o que pensas, sentes ou sonhas... Que o vento trará até ao alto da minha árvore as tuas palavras...

Obrigada...