quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

O Primeiro Beijo

Quem não se lembra do Primeiro Beijo?...


18:00, Quarta-feira, 5 de Dezembro de 1990
Fim de tarde, nas escadas que levam para os campos do Liceu, quase às escuras na noite precoce e fria.


Eles conversam, abraçados. Ele agarra-a e toca-a na cintura, ansioso, desejoso, apaixonado.
Ela sente-se bem nos braços dele, aconchegada, confortável.
O toque dele é carinhoso e sedutor, e ela trava uma luta interior entre beijá-lo ou não.


Nunca beijou um rapaz, não daquela maneira que se beija nos filmes, e tem algum receio.
Receio que não o faça bem, receio que ele não goste, que ela não goste, que não seja aquele o rapaz certo para essa primeira experiência.
Receio que, ao dar-lhe um beijo, se perca, e se entregue completamente...
"Quem me levar um beijo, leva-me tudo...", pensa, e isso fá-la hesitar.


Ele está ali. Permanece ali, depois de meses a gostar dela, a querê-la, numa paixão que o consome sem saber porquê.
É paciente, com ela, e conquista-a com essa paciência e com os modos ternos com que lhe toca.


São tão novos, e julgam já saber tudo da Vida, do Amor, do Querer, do Sentir...
Ela já tem 15 anos, ele vai fazê-los em breve.

Tão novos, tão puros, tão inocentes...


Dentro dela, a hesitação e o receio travam luta contra o desejo e a curiosidade.


Ele é lindo, e os lábios são rosados, carnudos, bem desenhados, bonitos [os mais bonitos que já vira e que algum dia verá, apesar de não o saber na altura], e prometem beijos eternos e delícias...


Mas continua a hesitar, a travar a luta dentro dela.
Quer e não quer.
Pode, mas talvez não deva, talvez não deva....
"E porque não? Eu quero e ele também!...", exclama para consigo mesma, numa vitória derradeira sobre os receios e as hesitações.


E beija-O...
Entrega-se ao sabor do amor, da curiosidade, da procura, da vontade...
Entrega-se a Ele...
Perde-se Nele...




E toda a sua Vida mudou a partir daquele momento cristalino, belo, intenso e puro...
Daquele momento que nunca mais esqueceu... Nem esquecerá...


Quem não se lembra do Primeiro Beijo?...
Só quem nunca o teve...



Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am home again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am whole again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am young again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am fun again
However far away
I will always love you
However long I stay
I will always love you
Whatever words I say
I will always love you
I will always love you
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am free again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am clean again
However far away
I will always love you
However long I stay
I will always love you
Whatever words I say
I will always love you
I will always love you