terça-feira, 12 de julho de 2011

A Sétima

Há 3 anos atrás, estava eu num trabalho em que tinha de estar com diferentes pessoas, ao longo do dia.


A cada pessoa com quem estava, dizia:


"A minha irmã foi para o Hospital ter a 7ª minha sobrinha, por isso, quando nascer, vou-me embora, esteja ou não tudo feito, e se não estiver, volto cá noutro dia."


As pessoas sorriam perante o meu entusiasmo, eram compreensivas e desejavam-nos boa sorte e felicidades.


A certa altura, mesmo no fim dum dos trabalhos, recebo o telefonema a dizer que a garota tinha nascido.

De cesariana, e estavam ambas bem.


Um pouco mais de 3kg, quase meio metro de gente, saudável. :)


Despeço-me do senhor, vou a casa, tomo um banho, arranco para o Hospital e, cerca de 3h depois de ela nascer, tinha a garota nos meus braços.


"É linda!", disse-lhes, babadíssima, "e tem cara de safada!... Vocês ponham-se a pau que esta miúda há-de ser fresca!..."


E hoje, passados 3 anitos, a Sétima continua linda... e safadita!...

É uma garota meiga e teimosa, muito senhora do seu nariz, orgulhosa, inteligente, atenta, alegre, marota, risonha, brincalhona, que adora bolas, animais, "ajudar" na cozinha, trepar-me para o colo e assumir que eu sou só dela... ;)


Por isso hoje...

Este post é para ela!

Parabéns, minha pequenina! :)




1 comentário:

  1. Parabéns para a pequerrucha.
    Beijitos para as duas marotas ;-)

    ResponderEliminar

Sopra no vento o que pensas, sentes ou sonhas... Que o vento trará até ao alto da minha árvore as tuas palavras...

Obrigada...